domingo, 24 de novembro de 2013

José Luís Souza - o Homem da Capa Preta



Nascido em 24 de Novembro de 1959, o menino que narrava jogos de futebol de botão no bairro da Condor nasceu José Luís  Souza, cresceu chamado de Zélo, mas um blazer sobre os ombros confundido por um cinegrafista no estúdio do Programa TV Cidade acabou lhe dando o apelido que se tornou uma marca no rádio e televisão paraense ao longo de 28 anos de carreira.
E com este nome artístico foram centenas de reportagens de escândalos políticos e empresariais, de cunho social, esportivas de repercussão nacional e até internacional.  José Luís passou pelas principais emissoras de rádio do Pará, entre elas Guajará (onde também atuou pela TV), Rauland e Marajoara AM e FM.
Atualmente no programa Mexe Pará Notícias, apresentado por Silvinho Santos, o Capa Preta mantém o estilo jornalístico polêmico e de notícias exclusivas que vez por outra pautam as redações de jornais, TV e até de rádio. Tal característica jornalistica o coloca na condição de um dos maiores, se não o maior, repórter do rádio paraense. 



quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Valdo Sousa - o Homem Sorriso do Rádio



O radialista nascido em Março de 1963 nasceu em Belém e dividiu sua infância entre a Jabatiteua e a Cidade Velha onde alimentou o sonho de seguir na comunicação o que aconteceu primeiramente como locutor comercial, tendo pontuado principalmente nas lojas Makell e Regatão do saudoso empresário e desportista Manoel Messias. Fluente, foi convidado para ingressar no rádio e se destaca até hoje principalmente no segmento esportivo. Passou pelas principais emissoras de rádio ligadas ao esporte, entre elas Rádio Clube ( Clube da Manhã)e Marajoara AM ( Show da Cidade). Também se destacou na Marajoara FM com o "Alô Comunidade". Contudo teve passagem também marcante na TV, onde por 6 anos apresentou o Balanço Geral, da Rede Record. Nesta emissora trabalhou por 8 anos, tendo apresentado, no período, também os esportivos Terceiro Tempo e Esporte Total. Seu primeiro Jornal na emissora foi o Record em Alerta. Na Record News, ancorou o Alerta Total. 
Muito querido no meio jornalístico, “o Homem Sorriso do rádio”, como ele é conhecido sempre credita seu sucesso a Deus, família e as grandes amizades como Guilherme Guerreiro e Wladimir Costa. Atualmente, Valdo Sousa está na Rádio Metropolitana FM, apresentando o Comando Geral. Também labuta no segmento esportivo pela emissora AM mais antiga do Pará, a Rádio Clube.
Valdo Sousa recebeu em Brasília, no Memorial JK (2005), o troféu Bola de Ouro, considerado Oscar do rádio.
Betão(tocando violão), José Lessa(de óculos escuros), o finado Jessé Bastos, um dos mais antigos operadores de áudio da Rádio Clube, e Orlando Santos( irmão do saudoso Eloy) disc- jóquei, também da Rádio Clube. Em pé estão o lembrado repórter esportivo da Marajoara, Jurandir Bonifácio e os “descamisados” e outrora magricelas Valdo Souza(mão nos olhos) e Pio Neto.A senhora que está ao lado de José Lessa não foi identificada, podendo ser a esposa do conhecido e veterano rádio- repórter.